Provavelmente, você já ouviu dizer que a escrita é uma arte. Isso é, de fato, uma verdade, mas não quer dizer que seja um dom e que só pessoas que foram privilegiadas pelos deuses ou pelo universo é que podem escrever bem. Qualquer um pode, acredite.

Basta treinar, utilizar algumas técnicas e cultivar bons hábitos. Neste texto, vamos falar especialmente da escrita criativa e sobre como você pode criar conteúdos de forma clara, simples e automática, sem truques ou ideias exageradas e mirabolantes.

Você poderá perceber que a produção de conteúdos interessantes, atrativos e capazes de prender a atenção do seu público precisa apenas de alguns elementos extraídos da criatividade, como as figuras de linguagem, as histórias e a inovação.

Desenvolver esse tipo de escrita é essencial para qualquer profissional, principalmente para freelancers e nômades digitais produtores de conteúdo, ou mesmo para aqueles que gostam de escrever. Afinal, é indispensável chamar a atenção das pessoas para se destacar no seu mercado.

A seguir, você entenderá como a escrita criativa é exatamente o que falta nos conteúdos que não engajam ou não prendem a atenção do leitor. Além disso, vamos apresentar dicas para que você possa começar a desenvolver a habilidade da escrita criativa. Confira!

Entenda o que é a escrita criativa

A escrita criativa pode ser considerada como uma espécie de arte de inventar coisas. Trata-se de uma forma de escrever que não é acadêmica ou técnica, mas que visa principalmente atrair um determinado público.

Embora a sua definição esteja longe de ser algo bem definido, a escrita criativa pode ser considerada qualquer escrita que seja original e autoexpressiva. Isso significa apresentar sentimentos, entreter e compartilhar experiências humanas, como amor ou perda.

Booking.com

Se você quer se enveredar pelo universo da escrita criativa, apenas tenha em mente que, antes de qualquer coisa, você deve usar sua imaginação. Assim, pode incluir em suas tentativas:

  • poesias;
  • scripts;
  • ficções;
  • músicas;
  • discursos;
  • memórias;
  • ensaios pessoais etc.

Como você percebeu, textos de não ficção também podem ser considerados uma escrita criativa. A seguir, mostramos algumas dicas essenciais para você colocar o método em prática.

Não espere pela inspiração

Definitivamente, a criatividade não é um dom, tampouco é algo que surge em um piscar de olhos. Trata-se de um processo que tem sua origem na concentração e perpassa questões como a sensibilidade e a inspiração.  

Para ter efeito, é preciso estimular a criatividade, o que significa que esperar a inspiração chegar ou algo do tipo é provavelmente um erro. Por isso, não caia no impulso de ficar esperando. É preciso arregaçar as mangas e ir atrás.

Sendo assim, crie uma atmosfera criativa e inspiradora para si próprio. Você pode fazer isso por meio da leitura, da prática de exercícios físicos, da meditação, de músicas ou da realização de brainstormings — ou seja, exponha-se a situações que lhe deem a base de que você precisa para colocar suas melhores ideias no papel.

Leia sobre assuntos diferentes

Contar com um vasto repertório é essencial para colocar a escrita criativa em prática. Naturalmente, quanto mais você lê, mais bagagem conquista para desenvolver diversos pontos de vista, evitar palavras repetidas e escrever textos cada vez melhores.

Busque por sites, redes sociais, blogs, revistas e livros que tratem de assuntos diversificados, inclusive sobre a escrita criativa. Isso será essencial para afinar seu estilo de textos, seus hábitos de pesquisa e sua capacidade de trabalhar com inúmeros temas.

Mesmo que seja difícil conseguir tempo para se concentrar e ler, não deixe de praticar. Reserve ao menos 30 minutos por dia para se dedicar a essa atividade que é tão essencial para ter uma admirável escrita criativa.

Anote os insights que surgirem

Um hábito que será essencial para você se inspirar são as anotações de ideias que surgem no dia a dia. Pode ser uma conversa que você ouviu na padaria, um comentário no Facebook ou um trecho de uma fala de uma série na Netflix, enfim, os mais diversos insights podem surgir das mais variadas fontes.

Quando você sentir que as ideias são relevantes, garanta que elas não sejam esquecidas. Por isso, dê um jeito de registrá-las em algum aplicativo ou gravador ou, claro, anote no bom e velho papel. Essa é uma excelente maneira de ter referências de ideias ao seu alcance, o que aumentará sua agilidade e produtividade.

Busque escrever diariamente

Como dissemos, escrever de forma criativa é treino. Por isso, é essencial que você pratique diariamente. O desenvolvimento desse trabalho pode ser comparado com o aprimoramento de uma habilidade esportiva.

Craques como Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo, por exemplo, sabem que só terão êxito nos jogos e estarão entre os melhores do mundo se treinarem todos os dias. Vá iniciando aos poucos, contando algumas histórias e, quando você se der conta, terá aperfeiçoado o desenvolvimento dessa técnica.

Defina os objetivos de cada texto

Você já deve ter ouvido falar que, se você não sabe para onde quer ir, qualquer lugar serve, não é mesmo? No caso da escrita criativa, a prática consiste em ir de um ponto de partida até a linha de chegada. Para isso, é essencial saber o que você pretende conquistar por meio dos seus conteúdos.

Além disso, é importante que você entenda as propostas dos textos, de forma que desenvolva organização textual e foco. Se o objetivo de um post é motivar as pessoas, por exemplo, adote um tom mais incentivador no início do texto. Ao final dele, releia tudo que escreveu ou peça para alguém ler, de forma que você saiba se a mensagem foi de fato transmitida.

Isso também vale se o seu objetivo é entreter, educar, chocar, informar ou persuadir as pessoas a comprar um determinado produto ou serviço.

O que você achou dessas ideias relacionadas à escrita criativa? Definitivamente, ela pode levar seus textos a ganhar mais destaque e, assim, fazer com que você ganhe mais visibilidade e autoridade e conquiste mais resultados.

Por conta disso, não deixe de apostar nessa técnica. Saia da sua zona de conforto e comece a praticar desde já. Treine bastante, leia muito, saiba aonde quer chegar e faça acontecer. Para ajudá-lo ainda mais, baixe agora mesmo o guia da escrita criativa.