Esse foi o roteiro de 15 dias que fizemos na África do Sul!

Começamos nosso roteiro por Joanesburgo e fizemos esta sequencia:

Joanesburgo – 1 dia e uma noite

Chegamos no aeroporto de Joanesburgo e visitamos alguns pontos turísticos da cidade – leia aqui o que fizemos em Joanesburgo. Dormimos em um hotel em Sandton, o Faircity Quartermain, super charmoso que eu adorei e recomendo! No dia seguinte, pegamos um vôo até Hoedspruit, aeroporto e cidade que dá acesso ao Kruger Park, uma das maiores reservas protegidas da África do Sul, para fazer os safáris.

hotel faircity joanesburgo-003 museu apartheid hotel faircity joanesburgo-015

Hoedspruit – Kruger – 3 dias e 3 noites

Chegando no aeroporto, fomos até nosso lodge Ekhaya Bush Villa, que por sinal é maravilhoso e charmosíssimo, fica a 15 min do aeroporto. Tambem amei e recomendo! Leia mais sobre o lodge aqui.

EKHAYA BUSH VILLA-004 EKHAYA BUSH VILLA-009 EKHAYA BUSH VILLA-015

Fizemos dois safáris, que o lodge mesmo organizou para nós (cobrados à parte), mas tem a opção de comprar tudo junto o pacote de passeios, acomodação e refeições – veja aqui os pacotes. E fizemos o passeio ao Moholoholo Rehab Centre. Nesse post conto mais detalhes dos passeios em Hoedspruit

KRUGER NATIONAL PARK SAFARI KRUGER NATIONAL PARK SAFARI-006 KRUGER NATIONAL PARK SAFARI-004 moholoholo-001

Ah, leitores do blog tem 10% de desconto no lodge: Só falar com o Mike por email ekhayabushvilla@gmail.com

Jantamos um dia fora do lodge, no restaurante italiano Cala la Pasta, muito gostoso e bem servido os pratos!

Port Elizabeth – 1 noite

De Hoedspruit, pegamos um vôo até Port Elizabeth. Chegamos a noite porque tem escala em Joanesburgo, dormimos em um hotel perto do aeroporto e no dia seguinte pegamos o carro que alugamos para começar a Garden Route

Jeffreys Bay – 1 noite

Na manhã seguinte, pegamos o carro e iniciamos a Garden Route (Rota Jardim). Fomos dirigindo até Jeffreys Bay (1 hora, 83km), a famosa praia dos surfistas. Lá é basicamente praia, compras e comida! Tem um outlet da Billabong, Ripcurl, no final da rua principal. A praia é linda, cheia de conchas, com mar azulzinho.

seashells luxury apartments-016 seashells luxury apartments-018

Ficamos em um apartamento maravilhoso: o Seashells Luxury Apartments, em frente ao mar, com 3 quartos, varanda enorme, cozinha e sala! Custa em torno de 210 reais a diária, achei barato e recomendo!

seashells luxury apartments-013 seashells luxury apartments-007 seashells luxury apartments-006

Ah, e pegamos o fim de tarde em um restaurante maravilhoso, o Kitchen Windows, com uma vista incrível da praia e a comida muiiito boa!

kitchen windows-006 kitchen windows-009 kitchen windows-011

Knysna – 1 noite

No dia seguinte, fomos em direção a Knysna. Paramos no Tsitsikamma National Park (122km), onde fizemos uma trilha da Ponte Suspensa (Mouth Trail). A trilha dura 1 hora ida e volta e a entrada do parque é 108 rand. Tem outras coisas e trilhas para fazer lá, mas são mais longas.

tsitsikamma national park tsitsikamma national park-001 tsitsikamma national park-002 tsitsikamma national park-003

Depois passamos pela Bloukrans Bridge, o mais alto pico para saltar de bungy jump (216m de altura). Custa 990 rand um salto. É a Face Adrenalin que faz o bungee jump!

bloukrans bridge

No caminho, passamos pela cidadezinha Plattenberg Bay, onde a rua principal possui hotéis e restaurantes.

Seguimos até Knysna, cidade muiito fofa, charmosa e famosa pelas ostras onde passamos a noite! Parada obrigatória na Garen Route. Para comer, tem um lugar chamado Waterfront, um pier com lojinhas e restaurantes.

Depois fomos no Knysna Heads – Eastern View Point, um mirante que dá para ver uma vista incrivel da cidade!

knysna heads eastern view point

knysna heads eastern view point-001

Ficamos em um hotel muito lindo, que parecia um castelo no alto da montanha. Chama Villa Paradisa, 5 estrelas, super familiar, parece uma casa, com apenas 4 quartos. Possui piscina com borda infinita, jacuzzi, e uma vista incrivel de Knysna!

villa paradisa knysna-030 villa paradisa knysna-026 villa paradisa knysna-001 villa paradisa knysna villa paradisa knysna-033

No dia seguinte, decidimos fomos em direção a região das vinícolas e paramos na praia de Mossel Bay para almoçar (105km). Passamos pela Santos Beach e por Cape St Blaize, onde tem um caverna e dá para subir as pedras. Lá em cima tem o farol!

st blaize mossel bay st blaize mossel bay-001 santos beach mossel bay st blaize mossel bay-002

Stellenbosch e Franschhoek – 2 noites

De Mossel Bay, fomos para Franschhoek e chegamos (338km) final da tarde, jantamos no restaurante Foliage e ficamos hospedadas no Auberge Daniela, guesthouse maravilhoso e super bem localizado.

auberge daniella auberge daniella-009

Augerge Daniella, um apartamento enoorme, com quarto, cozinha, sala e super bem localizado, na principal rua de Franschhoek.

foliage Franschhoek-009 foliage Franschhoek-012

Foliage, o melhor restaurante com uma comida excepcional.

No dia seguinte, fomos conhecer as vinícolas abaixo:

Waterford Wine Estate

waterford wine state-004 waterford wine state waterford wine state-002

Almoço no Overture – imperdível!

overture restaurant stellenbosch-001 overture restaurant stellenbosch-007 overture restaurant stellenbosch-008 overture restaurant stellenbosch-012 overture restaurant stellenbosch-016

Tokara

tokara stellenbosch-005 tokara stellenbosch-002 tokara stellenbosch-001 tokara stellenbosch

E por fim, a La Motte, em Franschoekk

la motte franschhoek-003 la motte franschhoek la motte franschhoek-002

Jantamos no Le Petite Farme, um restaurante charmosíssimo com uma vista maravilhosa do pôr do sol!

No dia seguinte, almoçamos na Delaire Graff Estate, uma vinícola, lodge e restaurante que fica em Stellenbosch, muito sofisticado e moderno. É localizado entre montanhas majestosas e com uma vista incrível, proporcionando o cenário perfeito para um almoço ou jantar no pôr do sol. Vale muito a pena e considero uma para obrigatória!

delaire graff estate-018 delaire graff estate-016 delaire graff estate-017 delaire graff estate-002

Cape Town – 3 dias e 4 noites

Seguimos para Capetown (1 hora de viagem) e ficamos em dois hoteis: More Quarters e o Cloud Nine.

No primeiro dia, fomos nos principais pontos turísticos de Capetown. Fomos de carro até o Cabo da Boa Esperança e o Cape Point, aproximadamente uma hora até esses locais do nosso hotel, que ficava perto da Table Mountain. Depois disso, fomos na Boulders Beach, que é a praia dos pinguins.

cape of good hope CAPE POINT boulders beach-001

No caminho para Table Mountain, paramos no Kirstenbosch National Botanical Garden, o jardim botânico de Capetown. Depois fomos para a Table Mountain, onde compramos o ticket lá mesmo, pois não tinha muita fila, mas recomendo comprar online que você corta a fila e pode usar em 7 dias.

TABLE MOUNTAIN-001 TABLE MOUNTAIN-003

Jantamos no restaurante GOLD, super tradicional e africano, com performances o tempo todo, interação com os clientes, eles pintam nossa cara… O jantar começa às 18:30 com batuques e o menu degustação de 14 pratos típicos é servido na sequência!

DIA 2 EM CAPE TOWN

Nesse dia decidimos pegar uma praia pela manhã, a Camps Bay, que fica a poucos minutos da Table Mountain. É uma das praias mais badaladas da região, com diversos restaurantes, hotéis e mansões

camps bay camps bay-002

Almoçamos no Victoria & Alfred Waterfront e passamos a tarde lá, um grande complexo localizado junto à zona portuária da Cidade do Cabo que reúne restaurantes, cafés, hotéis, condomínios residenciais, prédios comerciais, marina, estaleiro, lojas, museus e áreas de lazer e entretenimento.

v e a waterfront v e a waterfront-001

No V & A vale a pena conhecer o food market, o mercado de artesanatos e o Two Oceans Aquario!

two oceans aquarium-006 two oceans aquarium-003 two oceans aquarium-001

Jantamos no Reverie Social Table, que possui um estilo contemporâneo com foco em refeições sociais. Todas as noites a chef Julia Hattingh recebe os 18 convidados para se sentarem em uma única mesa para desfrutar de cinco pratos exclusivamente criada por ela, harmonizando com vinhos locais cuidadosamente selecionados.

DIA 3

MANHÃ

Nesse dia queríamos ir a Robben Island, porém por falta de planejamento não conseguimos comprar os ingressos na hora. Se você quiser conhecer a ilha, RECOMENDO MUITO que compre ONLINE ANTECIPADO, pois esgotam rapidamente! Robben Island, a ilha-prisão onde o ex-presidente Nelson Mandela passou muitos anos preso, considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO.

 EU AMEI A ÁFRICA DO SUL!!! Recomendo demais essa viagem!

SOBRE MIM

Priscila Kamoi é formada em Administração e Marketing pela Baldwin Wallace University. Trabalhou durante 7 anos no mundo corporativo e após câncer, largou a carreira corporativa para ter uma vida com mais propósito, liberdade e felicidade. Viu o blog como uma forma de unir tudo o que ama: viajar, ler, escrever, fotografar, moda, comer, culturas e pessoas. Já teve seu olhar por 25 países até agora e possui mais de 60 roteiros de viagens.Viajante, empreendedora e nômade digital por opção SAIBA MAIS

Conheça:

Acompanhe o blog no Facebook  / Instagram / Vídeos no Youtube Blog Jornada Kamoi