A entrevista de hoje é com o Guto de Lima, um dos sócios do Nex!

nex coworking
1.Qual era sua ocupação antes do Nex. Conte um pouco da sua trajetória ate chegar onde está?
Minha trajetória é cheia de capítulos. Estudei design gráfico, design industrial e publicidade e propaganda. Sai de Curitiba quando tinha 18 anos e morei em vários lugares e trabalhei em diferentes coisas. Com 15 anos tive uma empresa com meu pai e depois tive vários outros negócios mas nunca nenhum foi um grande sucesso. Tive escritório de design, consultoria de design estratégico, fui executivo na universidade da experiência, dava aula de design e inovação lá.

2.Como você se associou ao Nex? Como conheceu o Andre?
Fui cliente do Nex. Comecei alugando a sala do Nex para fazer um workshop. Estava fazendo um projeto de Branding para uma empresa e eu conheci o Andre Pegorer, que fundou o Nex há 3 anos. Fui convidado para trabalhar definitivamente aqui. Decidi vir para Curitiba e estava morando em Baln Camboriu. Eu e o Andre ficamos amigos e resolvemos nos associar. O Nex era em um lugar menor. Aprendemos muito sobre coworking, o que dava mais certo, o que era importante pro cliente. Quando nos associamos, juntou a minha ambição com a dele e ai começamos a aumentar o sonho, de ampliar o Nex. Conhecemos os nossos investidores e abrimos o Nex em uma sede maior.

guto de lima
3.Quantas pessoas trabalham aqui atualmente?

Temos 360 coworkers, alguns usam somente as salas de reunião, outros vem 1, 2, 3 vezes por semana e outros vem todos os dias.

4.Como esta sendo a receptividade do negocio? Esta satisfeito com os resultados?
Tem dois indicadores que mostram a receptividade: um é a quantidade de gente que chega todos os dias. Não anunciamos e a grande maioria chega por indicação, o que é um bom sinal. Diariamente são varias visitas e fechamos  contratos. Temos um bom site, com bom conteúdo e precisamos evoluir na atuação no Facebook. O faturamento também aumentou, mas o principal indicador é a satisfação o cliente. Temos um totem que fazemos a pesquisa, recebemos email com feedbacks, dialogamos com os coworkers, temos recebidos excelentes feedbacks e isso para gente é a concretização de um sonho

nex coworking curitiba
5.Qual foi o momento mais difícil durante sua trajetória? Já pensou em desistir?
Nunca pensamos em desistir. O que tivemos foi maior e menor picos de incertezas. Tivemos altos picos de incerteza, na reunião com os sócios investidores houve momentos que achamos que o negócio pudesse não acontecer. Ainda assim levaríamos o projeto adiante mas a chance de fazer na velocidade que a gente fez , do tamanho que a gente fez, se reduziriam. Seria difícil encontrar outros sócios com esse perfil, pois eles tem um certo grau de agressividade. Nessa trajetória nem sempre o dialogo é fácil, mas mesmo que não recebêssemos o investimento continuaríamos com essa ideia pois acreditamos nesse modelo de coworking e nos benefícios que esse estilo de vida traz para as pessoas.

6.Qual são as vantagens de trabalhar no Nex? Para mim, eu acho que você não ta alugando somente um local de trabalho, você está “alugando” conhecimento, network, pessoas novas, ideias… Quanto mais velho a gente fica menos pessoas conhecemos…

Booking.com

É isso. O principal benefício é a convivência. O Nex é uma resposta ao isolamento que outras formas de trabalho oferecem. Se você aluga uma sala em um prédio comercial no centro da cidade, quem frequenta essa sala é você e as mesmas pessoas todos os dias. Se você trabalha em uma empresa você convive com as mesmas pessoas, a mesma equipe, da mesma área com os mesmos assuntos. O principal benefício do Nex, é ter uma vida intensa no quesito social, viver um mês em um dia. Às vezes no fim do dia parece que passou uma semana já, de tanta gente que você falou! É o convívio com pessoas interessantes, com 300 e poucas pessoas interagindo no mesmo espaço. O mais legal é que algumas vão embora e outras vêm…

nex curitiba
7.Quem te inspira? Pessoas? Livros?
Várias pessoas me inspiram e a maioria eu conheço pessoalmente, que são as pessoas que estão aqui, convivendo com a gente no Nex. O Andre, meu sócio me inspira demais. A Tais, minha esposa, em diferentes formas. Tem alguns autores que me inspiram, especialmente um designer brasileiro, meu amigo, Mauricio Manhães, gosto e admiro muito e tudo que ele escreve serve de profunda inspiração para mim. Tem empreendedores no mundo na área de inovação e design que me inspiram como o Tenny e o Luis Alt da Live Work (consultoria de inovação), os professores e alunos da Perestroika, eu me inspiro facilmente com as pessoas. Tem alguns autores, li algumas coisas recentes do Osho, terminei um livro sobre maturidade, que me ajudou a colocar algumas ideias em ordem. Sou facilmente inspirado.

8.Que dica você dá pra quem quer fazer essa mudança de vida?
Em essência, a primeira coisa é otimismo, acho que a gente tem duas opções, acreditar que vai dar certo e acreditar que vai dar errado. O trabalho é o mesmo, só que um te encoraja viver mais plenamente e o outro te bloqueia. Eu prefiro sempre acreditar que vai dar certo, já errei muito por isso, mas cada vez que eu errei eu sai mais forte.

A segunda dica é o mantra da Perestroika que é “Vai lá e faz”, se você acredita que pode dar certo e controla o pessimismo, quando você fizer, talvez você descubra que mesmo que o plano não tenha sido plenamente realizado, muitas outras coisas que aconteceram, pessoas que você conheceu, valeram a pena. Errar também vale a pena.

coworking curitiba
9.Você está feliz?
Eu tenho certeza eu to feliz, não podia estar em uma fase melhor, em um lugar melhor na minha vida.

E ai gostaram?

Eu adoro trabalhar aqui. Eu tava pensando e desde que tinha saído do meu último emprego fazia muito tempo que não conhecia pessoas, adicionava alguém que conheci recentemente no Facebook, por exemplo.

Aqui no Nex eu conheço várias pessoas com diferentes profissões. Tem muita coisa que eu não sabia que existia e isso está sendo super legal. Tem muitas profissões novas e novos modelos de negócio. E o principal, essa é a diferença de trabalhar no Nex do que em outros lugares, aqui as pessoas estão mais feliz e são mais otimistas.

Apoio: Nex Coworking

Fotos: Eduardo Macarios