Negar sentimentos negativos só os aprofunda e prolonga, levando a problemas emocionais sérios. Positividade constante é uma forma de fuga, não uma solução válida para os problemas da vida

É simples: coisas dão errado , pessoas cometem erros , acidentes acontecem . Tudo isso deixa a gente na merda. E tudo bem . Sentir – se mal é um componente imprescindível da saúde emocional .

Alguns dos melhores momentos da vida não são prazerosos, não são grandiosos , não são reconhecidos e não são positivos. As pessoas que morrem de medo da opinião alheia têm medo é de que pensem o mesmo que elas pensam de si mesmas. A aversão a fracassos e erros é adquirida posteriormente na vida .

Quanto mais profunda é a dor, mais impotentes nos sentimos diante dos problemas e mais arrogantes ficamos em compensação . Essa arrogância pode funcionar de dois jeitos : Eu sou incrível e vocês são uns merdas , então mereço tratamento especial . Eu sou um merda e vocês são incríveis , então mereço tratamento especial .

sunset milos

Interpretar tudo na vida como vitimismo constante exige tanto egoísmo quanto a atitude oposta . A mesma quantidade de energia e de autocentrismo delirante são necessários tanto para acreditar que você tem problemas insuperáveis quanto que não tem problema algum .

Para muitas pessoas , as maiores realizações decorrem das maiores adversidades . Em geral , nosso sofrimento nos torna mais fortes , mais resistentes , mais equilibrados . Muitos sobreviventes do câncer , por exemplo , dizem se sentir mais fortes e gratos depois de vencer a batalha pela vida .

Precisamos de algum tipo de crise existencial para analisar de forma objetiva a fonte do significado que damos à vida, e só depois considerar uma mudança de curso .

Booking.com

Repetindo: a dor faz parte do processo. É importante senti – la . Porque se você só corre atrás de euforias o tempo todo para encobrir a dor , deleita – se em arrogância e em pensamentos positivos delirantes , continua abusando de substâncias químicas ou exagerando a frequência de determinadas atividades , nunca terá motivação para mudar .

É como Freud disse: “ Um dia , quando olhar para trás , os anos de luta lhe parecerão os mais bonitos . ”

A sutil arte de ligar o foda-se – Resumo – Mark Manson

SOBRE MIM

Priscila Kamoi é formada em Administração e Marketing pela Baldwin Wallace University. Trabalhou durante 7 anos no mundo corporativo e após câncer, largou a carreira corporativa para ter uma vida com mais propósito, liberdade e felicidade. Viu o blog como uma forma de unir tudo o que ama: viajar, ler, escrever, fotografar, moda, comer, culturas e pessoas. Já teve seu olhar por 27 países até agora e possui mais de 80 roteiros de viagens.Viajante, empreendedora e nômade digital por opção SAIBA MAIS

Conheça:

Acompanhe o blog no Facebook  / Instagram / Vídeos no Youtube Blog Jornada