Curitiba, 3 de fevereiro de 2017 – 15:00 – Conversa com Diogo Busse em um café sobre o assunto que mais amo falar: Felicidade.

Quem o conhece, sabe, Diogo Busse: um cara amável e altruísta, com seus amigos, família e colegas. Senti uma sintonia. Para mim, é fácil encontrar pessoas legais e inteligentes no mundo, mas difícil encontrar pessoas interessantes, que pensam de alguma forma como eu penso e sentem o que eu sinto. Em um mundo com tantas distrações, redes sociais, informações, eventos, falta nos tempo para se olhar para dentro, silenciar a mente,  buscar o autoconhecimento e o entendimento da vida. Estamos acostumados a desapegar, não pensar, não sentir e não demonstrar sentimentos. E é isso o que está faltando no mundo: um pouco de amor.

Quando perguntei a ele “o que é felicidade para você?”, a resposta foi: Felicidade é estar presente, em plena atenção no seu agora. O tempo e o espaço perdem sentido quando se está presente. É o estado de quem somos na essência. Não é uma busca, mas uma relembrança. Felicidade é amor puro, simplicidade. A criança é pura, plena e feliz, porque ela vive o agora, sem ter a ansiedade do passado ou o futuro. Eu sorri e concordei, porque para mim, essa é a minha felicidade. É o aqui e o agora, aquele instante de vida que vale a pena ser vivido, como Clóvis de Barros diz. Quando entramos em um estado de flow no que estamos fazendo e uma realização profunda em sua atividade, aí está a felicidade.

AMOR NA POLITICA

Diogo, que é sonhador, curioso e questionador tem o desejo de mudar o mundo. Desde criança, questionava o que aconteceria após sua morte, e aí começou sua busca pelo autoconhecimento e pela vida. Em 2007, quando descobriu que seria pai, decidiu tomar um rumo diferente, focando nos seus objetivos a fim de sentir o gosto da realização e da vitória.

A felicidade também está relacionada a “propósito”. Quando se tem um propósito, o sofrimento, medo e ansiedade valem a pena. Eu, Pri Kamoi, quis ser livre para fazer algo que fizesse diferença na minha vida, que me fizesse crescer e que ajudasse os outros. Minha felicidade vem do meu crescimento e da minha contribuição. Crescimento, pois eu encontrei uma forma de ser uma pessoa melhor e contribuição, pois eu encontrei uma forma de ajudar e fazer a vida dos outros melhor.

Diogo encontrou na política uma forma de ajudar o mundo a ser melhor. Senti naquele momento o quanto ele foi altruísta em me ajudar de tal forma, apenas conversando, e na minha cabeça, não estaria dando nada em troca. Senti o quanto tenho a aprender com ele, o quanto de amor, felicidade, autoconhecimento ele tem para disseminar.

CONGRESSO DA FELICIDADE

Quanto mais realizados somos, quanto mais nos conhecemos, quanto mais propósito nós temos, mais felizes somos. Diogo encontra realização sendo professor acadêmico, político e diversas outras funções, ajudando os outros e espalhando sua sabedoria e amor. Que bom para nós :) Por mais Diogo Busse na política, na educação, nos relacionamentos. Quem o conhece, sabe….

Um café de felicidade com Diogo Busse:

  • Livros que recomenda: O amor nos tempos de cólera, O ponto de mutação, Machado de Assis
  • Pessoas que inspiram: Gandhi, Mujica, Eduardo Galeano, Buda
  • Filmes e documentários para ser mais feliz: A felicidade não se compra, Alive Inside, I am
  • Música: MPB, Jazz, Chico, Vinicius 😊
  • Para olhar mais para dentro, leia “O carnaval em que tive a rara oportunidade de morrer” 

 

DIOGO BUSSE

Diogo Busse: Advogado, palestrante, professor universitário, mestre em direito das relações sociais pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), e Legal Law Master pelo Ibmec. Presidente da Comissão de Política de Drogas da OAB-PR e diretor de políticas sobre drogas da Prefeitura de Curitiba. Em suas candidaturas em 2007, 2014 e 2016, sempre utilizou muito bem as redes sociais em suas campanhas, abordando seus ideais, crenças e propostas. Acompanhe aqui:

E como diz Vinicius, “a vida é arte do encontro. Embora haja tanto desencontro pela vida”. Obrigada por esse encontro e por ter feito minha tarde chuvosa mais feliz! Uma palavra? Gratidão, que está diretamente relacionada à felicidade!

LEIA MAIS SOBRE FELICIDADE, COM PRISCILA KAMOI

Priscila Kamoi é formada em Administração e Marketing pela Baldwin Wallace University. Trabalhou durante 7 anos no mundo corporativo e após câncer, largou a carreira corporativa para ter uma vida com mais propósito, liberdade e felicidade. Viu o blog como uma forma de unir tudo o que ama: viajar, ler, escrever, fotografar, moda, comer, culturas e pessoas. Já teve seu olhar por 24 países até agora e possui mais de 60 roteiros de viagens.Viajante, empreendedora e nômade digital por opção SAIBA MAIS