Oi pessoal, convidei a Camila Kimura para contar todas as dicas para quem quer ir ao Camboja / Siam Reap!

Adorei o convite da queridíssima Pri para escrever aqui!

QUANDO IR: Escolhi, para começarmos, o Camboja; um destino muito especial que compôs o último roteiro de viagem que fiz pelo Sudoeste da Ásia. A viagem aconteceu nos meses de Outubro e Novembro. Pensa em conhecer a Ásia? Prefira o período compreendido entre Novembro a Fevereiro, pois é quando terminam as monções (chuvas) e começa a alta temporada, com médias de temperatura em torno dos 27oC.

angkor wat 5

COMO CHEGAR: o caminho até o outro lado do mundo não é curto (demorei 37 horas, incluindo ainda as escalas e esperas). Por mais que o serviço de bordo seja bom, é cansativo! Foi então que descobri o stoppover.  No ato da compra da passagem aérea, você entra em contato com a cia. e, sem custo adicional, pode ficar alguns dias nos países em que faz escala. Isso torna a viagem menos cansativa e é uma oportunidade de conhecer um novo destino. Dependendo da cia., você pode dar uma passadinha em NY, Tokyo, Dubai, Hong Kong…

angkor wat 6

VISTO CAMBOJA: Visto na entrada do país mediante pagamento $30. Apresentar Passaporte (validade mínima 6 meses) e Certificado Internacional contra Febre Amarela. Efetuar o pagamento antes de ir à Imigração (VISA).

MOEDA:Não é necessária a troca pela moeda local (RIEL). O dólar é aceito em todos os locais.

camboja 1

CAMBOJA – SIEM REAP

Camboja é peculiar. É um contraste entre pobreza e ao mesmo tempo uma felicidade e bondade que nos modifica. A capital é Phnon Penh, mas decidi ir conhecer Siem Reap pela beleza dos templos de Angkor – cenário dos filmes da Lara Croft e Indiana Jones.

QUANTO TEMPO FICAR NO CAMBOJA: Três dias é o suficiente para conhecer a região. O ideal é disponibilizar 2 dias para visitar o complexo de templos de Angkor e um dia para para visitar a Floating Village.

camboja 2

ONDE SE HOSPEDAR: Sugiro também que a hospedagem seja nas proximidades da PUB STREET. A região reúne bares e restaurantes, onde é possível provar a culinária local khmer e encontrar cervejas a US$0,50. Nos night markets, souveniers, pinturas em tela, fish SPAS e casas de massagem que, tradicionais, estão espalhadas por toda a Ásia e são convidativas ao final de um dia repleto de novidades.

camboja 4

Sem dúvidas, o melhor do Camboja é o cambojano. Um pensamento budista marcou a nossa estadia por este país que mistura misticidade e gentileza:

“No céu não há distinção entre leste e oeste. São as pessoas que criam essas distinções em sua mente e então acreditam ser a verdade”.

camboja3

Por Camila Kimura: 28 anos, publicitária e empresária.